Comidinhas/ Receitas

Segunda Sem Carne: Risotto de Arroz Vermelho

Vocês lembram de quando eu postei a receita de Risotto de Espinafre com Arroz Cateto?

Na época, eu disse que minha tradição sempre foi fazer risotto com meia garrafa de vinho pra mim, meia garrafa pra panela, além de bastante manteiga e queijo. Na minha cabeça, sem tudo aquilo não tinha jeito de conseguir um risotto cremoso e gostoso.
Bobagem, gente.
Às vezes a gente insiste nas “fórmulas clássicas” por pura teimosia. Não dá pra confundir a cremosidade de um Risotto, em que o amido do arroz é bem trabalhado – porque a gente mexe ele bastante – com aquela coisa de se adicionar queijo e manteiga ao final, porque esses ingredientes derretem e são cremosos. É normal confundir.
Queijo e manteiga são, sim, capazes de transformar as maiores gororobas em pratos ~bacanas~. Me sinto muito feliz de conseguir fazer uma comida saborosa sem ter que apelar pra eles! <3
Acreditem: dá pra conseguir um risotto cremoso e saborosíssimo sem nenhum desses ingredientes. Aqui em casa, a gente AMA arroz vermelho. Além de ser muito gostoso, ele é lindo e fica perfeito acompanhando um feijãozinho, sob a forma de bolinhos ou salada de arroz vermelho…. e também como risotto, claro!
Um amor, um amor.
O cozimento dele é mais lento, por isso recomendo que você cozinhe uma boa quantidade – só na água com um pouquinho de sal e congele porções desse arroz. Sim, você leu certo, dá pra cozinhar ele só na água com sal, sem necessidade de óleo, azeite, alho ou outros temperos.
Na minha opinião, ele já tem um sabor forte e pede uma base de cozimento neutra – os sabores você agrega depois, como eu fiz nessa receita! =)
Cozinhou aquele arroz vermelho (tem uma “colinha” pra fazer um arroz esperto no final do post!)? Reserva umas 3 xícaras generosas desse arroz e agora, sim, partiu receita:
Risotto de Arroz Vermelho:
3 xícaras de arroz vermelho cozido
1/2 xícara de aipo picadinho
1/2 xícara de pimentão vermelho
1/2 cebola roxa picadinha
1 tomate picado (com pele, sem sementes)
1 xícara de palmito picado (pode usar mais)
1 1/2 xícara de água (aproximadamente, pode ser que seja necessário usar mais)
salsa picadinha a gosto (opcional)
azeite de oliva ou outro óleo de sua preferência
sal e pimenta do reino a gosto
Em uma panela, aqueça 3 colheres de sopa de azeite ou óleo de sua preferência e comece refogando o aipo e o pimentão vermelho por 2 minutos em fogo médio. Após, adicione a cebola e refogue por mais 2 minutos, até tudo ficar ligeiramente douradinho. Adicione o palmito e o tomate, dê uma boa mexida e acrescente o arroz. Misture tudo e adicione a água. Aumente o fogo até a água ferver e dê umas boas mexidas. Em seguida, reduza o fogo – a água e os tomates vão garantir a cremosidade do risotto, vá mexendo delicadamente até ele chegar no ponto adequado – lembre que o arroz já está cozido, você só vai controlar a cremosidade dele, pode até acrescentar mais um pouquinho de água se achar necessário.
Ajuste o sal, a pimenta, salpique bastante tempero verde (eu amo salsinha, mas se você preferir, pode usar coentro, manjericão…) e sirva imediatamente.
Red Rice Risotto:
3 cups cooked red rice
1/2 cup chopped celery
1/2 cup chopped red bell pepper
1/2 cup chopped shallots
1 chopped tomato (no seeds)
1 cup chopped heart of palm
1 1/2 cups of water (approx)
chopped parsley (optional)
olive oil
salt and pepper to taste
In a pan, heat the oil and sautée the celery and red bell pepper for 2 minutes. Add the shallots and cook for more 2 minutes, until light golden. Add the tomatoes, heart of palms and rice. Combine everything then add the water, giving your risotto a good stir. Let it simmer, then reduce the heat – the water and tomatoes will ensure it gets creamy. Stir your risotto until it gets the desired creaminess – remember that it’s already cooked, you can add more water until it gets nice and creamy. Adjust salt, pepper, add freshly chopped parsley (it’s optional, you can use any other herb, such as basil or fresh coriander) and serve it straight away.

Você também irá gostar de ler:

Esse post ainda não tem nenhum comentários

Deixe um comentário