Publicado em 6 comentários

Frango ao Curry com Leite de Côco e Castanhas de Caju

Pensa numa receita gostosa: é essa. Ela pode ser chata, um pouco trabalhosa, exigir organização prévia… mas é muito, muito delícia.

Se eu fosse você, começava a pensar hoje na lista de ingredientes e fazia no almoço de sábado. É aquele tipo de comida que só precisa de um arroz fresquinho pra ficar perfeita, sabe?

Essa versão foi a mais caseira de todas: bati o leite de côco na hora de jogar na panela, e nem fiz questão de coar: o Curry ganhou pedacinhos de côco que ficaram uma delícia com a crocância das castanhas. Surreal de tão bom. ♥

Você sabe o que é curry?

Geralmente essa palavra é usada para se referir a um prato. Curry pode se referir a:

  • uma especiaria (Kari Patta)
  • uma mistura de especiarias (na Índia, cada família prepara seu curry – o sabor nunca é o mesmo)
  • um prato
  • um molho

Na Índia, o curry em pó também pode ser chamado de “masala” ou “garam masala”, e geralmente é composto de temperos como cominho, sementes de coentro, pimenta do reino, canela, cardamomo… mas são muitos, muitos mesmo.

Na Tailândia, o curry é ainda mais forte e apimentado: as pastinhas levam ingredientes como alho, erva cidreira, pimenta chilli, tamarindo, gengibre…

Aqui nesse link do GNT tem uma explicação bacana sobre Curry!

Em alguns mercados dá pra encontrar um “moedor de curry”. É só girar a tampinha para obter a mistura fresquinha. Geralmente eu encontro nos mercados Zona Sul um da marca Kotanyi que vem com cúrcuma, mostarda, coentro, páprica, pimenta e cominho. É simples, mas faz a maior diferença no prato.

Fiz essa semana aqui em casa porque eu AMO esse franguinho. Como não sou a maior fã do tradicional peito de frango grelhado, prefiro fazer essas receitas e valorizar a dose de proteína do prato: a dieta agradece!

2015-01-13 13.35.05-1

Frango ao Curry com Castanhas de Caju

1 kg de peito de frango em cubinhos

1 limão

2 dentes de alho espremidos

1 colher de sopa de mostarda

Óleo de côco (pouca quantidade, para dourar o frango e refogar as cebolas)

3 colheres de sopa de curry

1 cebola roxa cortada miudíssima

400 ml de leite de côco (2 vidros – ou você pode fazer essa receita caseira aqui, sem coar o leite)

1/2 xícara de castanhas de caju picada grosseiramente

1/2 xícara de coentro picado na hora (pode usar mais se quiser)

Misture o frango com a mostarda, o alho, o limão espremido e um pouquinho de sal. Deixe descansar por pelo menos 1 hora.

2015-01-13 13.31.05-1
curry com metade das castanhas e do coentro

Em uma frigideira antiaderente, “refogue” metade do frango até dourar. Reserve. Refogue a outra metade e reserve. Aqueça o óleo na mesma frigideira, acrescente o curry e deixe fritar por 1 minuto em fogo baixo, sem queimar. Adicione a cebola roxa e refogue em fogo baixo. Assim que ela murchar, aumente o fogo e deixe ela dourar. Adicione o frango cozido e refogue por uns 3 minutos. Adicione 1 vidro de leite de côco na panela e, sem parar de mexer, deixe o líquido reduzir. Junte metade das castanhas. Mexa bem e adicione o segundo vidro de leite de côco. Assim que a mistura ferver, corrija o sal, adicione as castanhas e decore com o coentro.

Sirva acompanhado de uma saladinha verde e uma base neutra, como arroz integral ou arroz vermelho. Não sabe fazer? Aqui tem uma “colinha”, o preparo é o mesmo para o arroz integral ou o vermelho:

como cozinhar arroz vermelho

Publicado em Deixe um comentário

Frango Assado com Crosta de Ervas

Eu não sou a melhor pessoa do mundo pra dar dicas a vocês sobre o cozimento de carnes em geral, pelo seguinte motivo: quase não como. Me pergunta de abobrinha, mas não me pergunta de frango.
Porém, como não sou vegetariana, volta e meia acabo, sim, comendo carne. Mas quando faço essa opção, faço questão de preparar alguma receita gostosa! Comer por obrigação não dá, e peito de frango grelhado todo dia é #boring demais…

Acho certo tratar aquele alimento como um luxo sim, porquê não? Pensa em todo o processo envolvido para a comida chegar até você… não dá pra desperdicar, ESPECIALMENTE carne.

Então, antes de mais nada, minha dica é: vai cozinhar carne? Se prepare pra utilizar todas as sobras em outras receitas, pense com antecedência no que você pode fazer para consumir tudinho, nem que tenha que congelar. =)
Peito de frango é um dos cortes mais práticos que encontramos num mercado. Quem faz dieta costuma consumir bastante – geralmente grelhado. Eu não sou a maior fã de peito de frango grelhado feito em casa, pois acho que “enfumaça” a cozinha.
O que eu faço? ASSO. Depois ele pode ser congelado, picado, desfiado, usado de recheio em sanduíche, tapioca (AMO), crepioca, o que você quiser. Só não deixe carne estragar. Combinado?
Aqui em casa a gente costuma comprar o frango da marca Korin. Ele é um pouco mais caro, mas não é bombardeado com antibióticos ou estimulantes de crescimento. Até onde eu sei, a ração fornecida é orgânica – ou com a maioria dos ingredientes cultivados pelo método natural.
 
 
Frango Assado em Crosta de Ervas:
3 filés de peito de frango limpos (comprei uma bandeja com +- 600 gramas)
Crosta de ervas:
6 dentes de alho grandes
3 ramos de alecrim
1 col sopa grãos de pimenta preta
4 col sopa de azeite
1 colher de chá de sal grosso
1 col sobremesa de Tempero 7 vegetais (sem sal)
raspas de 1 limão
suco de meio limão
Triture todos os ingredientes da crosta de ervas em um pilão ou processador.
Unte uma assadeira antiaderente com azeite, disponha os filés e espalhe a mistura por cima de cada filé, tomando o cuidado de cobrir bem cada filé com a crosta. Cubra a assadeira com papel alumínio e  asse em forno pré aquecido a 200º por 20 minutos. Retire o papel alumínio e deixe mais 10 minutos, aproximadamente, até a crosta dourar.
Sirva em seguida.
Aqui, o franguinho em ação com o Ratatouille (receita aqui), arroz integral e salada com molho mágico (receita em breve):
I’m SO not the best blogger to post about meat, because I just don’t eat it on a daily basis. But it just so happens that since I’m not a vegetarian, every once and a while I do eat meat. However, whenever I do so, I try to make the most delicious recipe I can.
Treat meat like some sort of luxury product. Yes, think about all the process involved until you finally bought that package at the super market… the least you can do is make the most of it. No food wasting, please.
We tend to use Korin chicken, it’s a bit more expensive, but they do not receive drugs, antibiotics or hormones, and are fed with organic feed. Ready to bake, looking like this:
Herb Crusted Roast Chicken
3 chicken breast fillets (approx. 600 g)
For the herb crust:
6 big cloves of garlic
3 sprigs of rosemary
1 tbsp black pepper
4 tbsp olive oil
1 tea spoon sea salt
1 tbsp 7 vegetables seasoning
zest of a lime
juice 1/2 lime
Process all the herb crust ingredients in a food processor or in a mortar and pestle.
Lightly grease a non sticking baking dish with olive oil, arrange the chicken fillets and coat them with the herb crust mixture. Cover with foil paper and bake in a previously heated oven at 200º for about 20 minutes. Remove the foil and bake for more 10 minutes, until the crust is golden and the chicken, cooked.
Serve immediately.