Publicado em 8 comentários

Suco de Maracujá com Limão e Baunilha

Não estranhem a quantidade de receitas fresquinhas por aqui! Esse calorão do Rio de Janeiro só me faz pensar em 3 coisas: suco, salada e sorvete. E praia. Piscina. Ar condicionado. Ok, qualquer coisa que seja capaz de aplacar meu desespero por um refresco, vai?

Uma das minhas combinações preferida de fruta é essa: maracujá com limão. Super cítrica e azedinha, vai bem tanto no suco como na caipivodka!

Depois de experimentar o suco de maracujá com baunilha do Complex 111 (post aqui!), fiquei tentada a adicionar um toque de baunilha na minha combinação maravilha.

E não é que deu certo? Quando os termômetros bateram 38º, substituí a água por gelo e consegui uma versão frozen do meu suco preferido, versão Vanilla!

2015-01-09 13.31.56

Suco de Maracujá com Limão e Baunilha

1 maracujá grande

1 limão grande

1 colher de chá de Extrato de Baunilha (receita aqui!)

Adoçante a gosto

1/2 copo de água

10 pedras de gelo

Bata a polpa do maracujá com a água e coe as sementes. No copo do liquidificador, bata o suco de maracujá com os demais ingredientes, até o gelo ficar bem triturado. Adoce e sirva imediatamente.

Para animar de verdade, vale o tradicional splash de vodka (mas sem exageros, hein?)!

 

 

Publicado em 2 comentários

Bolo de banana sem glúten e sem lactose

Essa receita saiu totalmente no improviso, depois de alguém ameaçar fazer bolo de chocolate no lanche aqui de casa. Detalhe: eu não sabia se ia dar certo, eu só sabia que tinha que agir rápido.
Na hora, pensei logo na misturinha que fiz pro bolo de côco com quinoa – que ficou MEGA fofinho, mesmo sem fermento – e nem conversei: a base ia ser flocos de quinoa com farinha de arroz.
A primeira vez dessa receita rendeu uma frase engraçadíssima, acompanhada de um beicinho da minha irmã. Pedi pra ela ir me dando os ingredientes e falei:
“- Passa a quinoa em flocos!”
“- Mas você ME PROMETEU que o bolo ia ser gostoso!!!”
Comecei a rir na mesma hora e a torcer pra receita ficar gostosa de verdade. Não sabia o que estava fazendo, só queria ter a mesma sorte do dia do bolo de côco com quinoa. #aloka
Tinha banana, tinha leite de côco, tinha baunilha, tinha ovo… um bolo de banana era a escolha óbvia. E ó: deu muito certo. Minha irmã já me pediu essa receita várias vezes, mas eu tinha que ter certeza que ela funcionava de outras formas, com substituições e outros ingredientes. Vocês concordam comigo? <3
Pois tratem de fazer esse bolinho. Ele é sucesso garantido!
Bolo de Banana sem glúten e sem lactose
1 xícara de farinha de arroz
1/2 xícara de quinoa em flocos (pode usar aveia ou amaranto)
2 bananas nanicas
2 ovos
1/3 xícara de óleo de canola
1/2 xícara de leite vegetal (pode usar côco, amêndoas, arroz… ou ÁGUA)
1/2 xícara de açúcar demerara (ou adoçante culinário Forno e Fogão)
1 colher de chá de extrato de baunilha (opcional)
1 colher de sopa de fermento
Em uma tigela, reserve a farinha de arroz e os flocos de quinoa.
Em um liquidificador ou mixer, jogue as bananas, ovos, óleo, leite, açúcar e extrato de baunilha e bata até ficar tudo bem incorporado e não ter mais pedaço de bananas.
Despeje esse líquido aos ingredientes secos, misture e some o fermento, misturando levemente apenas até os ingredientes ficarem incorporados.
Leve ao forno pré aquecido a 180º por +- 30, 40 minutos, ou até o bolo crescer, ficar cozido e douradinho em cima.

Detalhe: fiquei com tanto receio do bolo não dar certo que até fiz em uma forma mais “atraente” . Se não ficasse bom, pelo menos ia ficar bonito. Olha aí a primeira versão desse bolinho (flagra do instagram da minha irmã):

Gluten and Dairy Free Banana Cake
1 cup rice flour
1/2 cup flaked quinoa (you can use oat or amaranth flakes)
2 small bananas
2 eggs
1/3 cup vegetable oil (I used canola)
1/2 cup non dairy milk (you can use rice, coconut, almond… or WATER)
1/2 cup demerara sugar (or Baking Sweetener)
1 tea spoon vanilla extract (optional)
1 tbsp baking powder
In a bowl, mix rice flour and quinoa flakes.
In an electric mixer, blend the bananas, eggs, oil, milk, sugar and vanilla extract until well combined.
Pour the liquid into the dry ingredients, mix everything and then add the baking powder, mixing the batter just until the ingredients are combined.
Bake the cake in a pre heated oven at 180º for about 30/40 minutes, or until the cake gets fluffy, cooked and golden.
Publicado em 9 comentários

Geléia de morango com chia

Depois da delícia (leia-se: moleza) que foi fazer a geléia de uva com chia, fiquei tentada tentar a mesma geléia com frutinhas diferentes. Minha viagem a BH (logo conto mais detalhes) rendeu inúmeras bandejas de morangos incríveis:
Essa baciada aí de cima era só a metade… haja barriga pra comer tanto morango! <3 Mas sendo uma das minhas frutinhas preferidas, NEM PENSAR em deixar essas lindezas estragarem. Inclusive, hoje tô pensando em fazer um suquinho de morango com maracujá antes de ir dormir… já tomaram? É incrível!
Fiz o equivalente a 6 xícaras GENEROSAS de morangos picados ao meio e consegui uma quantidade absurda de geléia. Dá pra fazer com menos – óbvio – e dessa vez, fique atenta na hora de adoçar. Morangos são azedinhos por natureza, e a geléia, sem nada, é osso duro de roer! Usei o equivalente a 1 colher de sobremesa de Adoçante Culinário Linea Sucralose (achei ele muito bom!) para cada xícara de morangos e ficou perfeita: nem muito doce, nem azedinha demais.
Assim como na geléia de uva, não precisa colocar água: a própria fruta vai “abrindo” e liberando seu suco. Na geléia de morangos convém ficar de olho e manter o fogo beeem baixinho, pois se o fogo estiver médio/alto a fruta agarra no fundo da panela.
Geléia de Morangos com Chia (sem açúcar):
2 xícaras de morangos
2 colheres de sobremesa de chia
2 colheres de sobremesa de Linea Sucralose (Forno e Fogão)
Em uma panela, leve ao fogo BAIXINHO os morangos.
Cozinhe por 5 a 10 minutos, até eles desfazerem e soltarem bastante líquido. Se quiser a geléia com pedaços, não esmague as frutas. Adicione o adoçante, prove e em seguida adicione a chia. Continue mexendo a geléia por alguns minutos até ela engrossar. Depois de fria, ela fica ainda mais consistente.
Retire do fogo e guarde em vidros esterilizados e vedados.
*Update (de post programado): usei ela no meu lanchinho de hoje, que teve iogurte lacfree e pistache picadinho <3 <3 <3:
Deu pra ver a consistência delícia, né? <3
Strawberry Chia Seed Jam
2 cups loaded with strawberries
1,5 tbsp Baking Sweetener
1,5 tbsp chia seeds
In a pan, cook the strawberries in a low heat, for about 5-10 minutes, until they start to break down and form a saucy consistency. Add sweetener, taste and add the chia seeds. Keep stirring the jam for a couple minutes until it thickens and reaches the desired consistency. Then, remove it from the heat and store it in a nice jar.
Publicado em Deixe um comentário

Purê de maçã.

– Ah, mas quem não sabe fazer purê de maçã?
Acreditem: muita  gente.
Esse quem me ensinou a fazer foi uma de minhas tias, que é fera em culinária light. A receita original é feita com maçãs verdes. Confesso que prefiro o purê de maçãs verdes, mais azedinho e saboroso, mas como o preço anda pela hora da morte, usei maçã da Turma da Mônica mesmo.
Esse purê é uma delícia (oi, papinha de maçã!). Pode ser consumido puro, no iogurte, com castanhas, dá pra ser usado pra fazer barrinhas de cereal caseiras, bolos, acompanha carnes…

Purê de maçã (rende 1 xícara):

3 maçãs pequeninas descascadas e picadas de qualquer jeito*
gotas de limão
1 pedaço de canela
1 pedaço de cravo (opcional)
1/2 xícara de água (vá adicionando mais conforme ela for secando)

É bem simples. Jogue tudo na panela e deixe as maçãs cozinharem.
Se a água secar, vá adicionando mais, aos poucos (não é pra fazer sopa de maçã).
A maçã vai se desmanchando e você pode ajudar o processo amassando com um garfo.
Quando estiver bem cozidinha, retire a canela e o cravo.

*Nada de jogar fora a casca, hein? Use ela no suco verde do dia seguinte!

Publicado em 3 comentários

Overnight Oats – a receita mais fácil do mundo.

Overnight oats, “as aveias adormecidas”. Bem famosas na internet, ainda mais com os milhões de perfis fitness fazendo propaganda delas! Além de super nutritivas, garantem energia de sobra pela manhã. 
Traduzindo: se você fizer uma dessas bem caprichada, sua barriga só vai roncar lá pras 11:30.
Confesso que minhas overnight são bem matutinas, isso sim. Só deixei da noite pro dia nas primeiras vezes em que fiz, depois que descobri que se misturasse pela manhã o iogurte ao mix de aveia, amaranto e quinoa o resultado seria o mesmo (5 minutinhos a mais de sono, talvez…). 
Então, não tem mistério nenhum:
 
Overnight Oats (versão descomplicada):
 
– 1 pote de iogurte natural (de preferência desnatado e sem açúcar)
– 3 colheres de sopa de aveia (eu uso o Trato Trio da marca Mãe Terra, ele leva quinoa, aveia e amaranto)
– mel a gosto (opcional)
– frutas e castanhas de sua preferência
 
Misture o iogurte à aveia e mel, se quiser. Deixe descansar por um minutinho. Enfeite com as frutinhas e nozes de sua preferência. Nessa foto, usei kiwi, goji berry e castanhas do pará.