Lifestyle/ Vida com propósito

Um ano de Cozinho, logo existo!

Amanhã faz um ano que eu comecei o blog.

Sem planos, apenas um desejo: melhorar a minha saúde. Abracei minha necessidade de mudar de vida, tracei a meta e embarquei nessa viagem, meio sem saber onde iria chegar.

Comecei o blog estudando para concurso, sedentária, cansada, dores nas costas, joelhos, pernas, estômago. Dores de cabeça constantes, retenção de líquido, alergias, rinite, problemas no fígado e desconforto abdominal. Minha bolsa parecia uma farmácia, eu andava com remédios para tudo.

Não era uma senhorinha, era uma garota de vinte e poucos anos.

Perdi minhas roupas: nada me cabia. Tive que fazer uma mala com meus vestidos preferidos, pois nenhum passava no quadril. Cheguei a entalar em um, lembram? Estava no sobrepeso, irritada, estressada e mau humorada. Só bolo, brigadeiro ou batata-frita me deixavam feliz.

Um dia, depois de uma crise de choro, eu dei um basta.

Ninguém merece viver sentindo dores de cabeça, inchaço, sofrer com má circulação. Ninguém merece sentir dor. Eu estava muito nova pra me sentir tão miserável, tão infeliz, e se tem uma coisa que eu não sou, é acomodada. 

Eu não podia continuar me maltratando.

 

A gente tem o direito de ser feliz. Você tem esse direito. Tem o direito de não se sentir mal, de ter energia pra fazer as coisas. Eu, Manu, tenho o direito de não me sentir mal, de poder usar o que eu quiser. Precisava parar de comer minha angústia, minha infelicidade com meu momento pessoal ou profissional.

Aprendi, na marra, que caixas de Bis, latas de Pringles e potes de sorvete não melhoram a frustração de ninguém. Eles só te anestesiam e te deixam mais frágil pro próximo problema.

Been there, done that. Confia.

A mente comanda – eu digo e repito – então a minha mente tinha que estar bem programada pra me jogar pra frente e adotar uma postura mais saudável. E assim, depois de muito chorar, eu fiz. Falei SIM pra minha saúde e NÃO pra tudo que me fazia mal (de um jeito ou de outro).

Me matriculei numa academia, procurei uma nutricionista. Criei o blog pra compartilhar tudo o que fazia. Fui dormir MUITO meia noite (limpando legume e arrumando cozinha) e acordei às 4:30, 5:00, pra poder arrumar marmita, fruta, lancheira, café da manhã e deixar a cozinha um brinco, além de dar conta de correr cedinho e malhar à noite.

Teve muito suco verde e teve muito suco marrom indefinido (com o que tivesse dando sopa na geladeira). Teve muita receita linda mas também teve muita receita impublicável.

E teve muita corrida. E perrengue. E academia. E meses sem academia, vendo minha (já) pouca definição muscular ir embora. E agora vamos ter muita academia de novo (viva!), sem neurose, com amor.

Pesquisei safras, ofertas, preços, formas de se congelar alimentos. Entendi meu corpo, meus desejos. Criei receitas, cozinhei no perrengue, passei por obra, mudança, aprendi muito, mas a cada dia acho que não sei é nada.

Mais do que dieta, estava mudando meu estilo de vida, e eu precisava, sim, estudar sobre todas essas coisas. A minha saúde é coisa séria. A sua, também.

Se a gente é o que a gente come, então comida É, SIM, um assunto a ser levado a sério.

Processed with VSCOcam with a5 preset

Leio, pesquiso, tento aprender a cada dia: trazer informações para um blog sobre alimentação, estilo de vida e culinária não é tarefa das mais fáceis.

Primeiro porque cozinhar é um ato muito pessoal: cada um faz de um jeito, e o meu não necessariamente é o mais certo.

Segundo, porque acredito na qualidade das preparações e dos alimentos que colocamos para dentro do nosso corpo, e para isso é preciso estudar, entender os processos.

Encontrei minha cura na alimentação.

Sim, eu encontrei. De uma alimentação super junkie, regada a alimentos processados, alguns até “light” e “diet” com efeitos devastadores no meu corpo, passei a respeitar e valorizar comida fresca, um bom hortifruti, orgânicos e a olhar com muito respeito e carinho a questão dos produtos de origem animal, de uma forma global.

Processed with VSCOcam with c9 preset

Dentro da bolsa, os remédios perderam a validade. Não sinto as dores de cabeça que sentia, consigo subir escadas sem dificuldade e comer, pra mim, deixou de ser prêmio para se tornar uma forma consciente de alimentar meu corpo com os nutrientes e vitaminas que ele precisa pra se manter 100%.

Hoje, me considero no início da viagem. Como pode uma coisa mudar TANTO uma vida? Vocês, que passam aqui todos os dias, me motivam, incentivam, cobram… vocês me ajudam num grau que não imaginam. Vocês me fizeram enxergar que quando a gente se encontra no mundo e age com amor, os caminhos se abrem.

A vocês, leitores, minha gratidão. ♥

Eu posso dizer, do fundo do meu coração: o blog mudou a minha vida.

Ele é parte de mim, me ajudou a encontrar meu caminho no mundo. E é um caminho de muito amor. Até me emociono. Me conectei com muita gente do bem (de verdade), reforcei laços de amizade com pessoas incríveis e conheci tantas outras maravilhosas.

Meu sorriso é outro, minha motivação é outra, meu mundo se abriu de uma forma incrível. Faço tudo com uma felicidade que vem de dentro, conheci muita gente, li muitos livros, encontrei uma vocação.

Aprendi a ser mais leve, fiz uma limpa na vida, coloquei pontos finais em mil coisas e aprendi a me calar e ouvir minha intuição, que não falha jamais.

Só faltou dizer: estou muito, muito, muito feliz. ♥

A receita comemorativa entra amanhã: simples, fresca e muito deliciosa, como a vida deve ser!

Você também irá gostar de ler:

22 Comentários

  • Reply
    Renato
    11/02/2015 at 6:09 pm

    Parabéns, amor!! Estou muito feliz com as suas conquistas e com o sucesso de seu blog. Você merece toda essa felicidade, por ser uma pessoa MAAVILHOSA e uma cozinheira de mão cheia! Eu tenho muito orgulho de você. Te amo! =) Beijos.

    • Reply
      Manu Alves
      12/02/2015 at 12:02 am

      <3 <3 <3
      Sem palavras aqui, e como o Universo tem sido generoso comigo.
      É muito, viu? Uma pessoa assim do meu lado não é pra qualquer um, não é em qualquer vida. Te amo!

  • Reply
    Paula
    11/02/2015 at 9:41 pm

    parabens Manu, pelo belo trabalho e pelo novo projeto de vida!!! Vida longa!!! Bjs

    • Reply
      Manu Alves
      12/02/2015 at 12:04 am

      Obrigada, Paula!!!!
      Vida longa!!!
      Bjs

  • Reply
    CAMILA DE GUIMARAES DIAS
    11/02/2015 at 10:33 pm

    Manu,

    Como você é leve e encanta,sabia?
    Você vai chegar loooooooonge <3

    • Reply
      Manu Alves
      12/02/2015 at 12:03 am

      Camilinha,
      Que coisa linda de se ler!!!
      Deus te leia, rs!
      <3 <3 <3

  • Reply
    Raquel Arouca
    12/02/2015 at 8:17 am

    Manu, querida, que muitos outros aniversários venham por aí! Vc merece todo esse sucesso e muito, muito mais!
    Parabéns pela força, determinação, dedicação e por todo esse entusiasmo que nos contagia.
    Vou chegar lá! Conto com a sua ajuda! Kkkkkk!
    Bjs carinhosos ❤️

    • Reply
      Manu Alves
      12/02/2015 at 11:17 am

      Raquelzinha!!!!!
      Muito obrigada pelo carinho. Você é muito especial! <3
      Pode contar com minha ajuda em todas as etapas do processo, estamos juntas e eu vou adorar te ajudar!!!
      <3 <3 <3
      Beijos!!!

  • Reply
    Natália
    12/02/2015 at 1:24 pm

    Manu: parabéns e obrigada! Nunca comentei aqui mas acho que esta é uma boa oportunidade.
    Descobri seu blog em algum momento do ano passado. Tirei daqui muuuuitas receitas e ideias ótimas que me ajudaram a comer melhor sem ter um trabalhão (a gente sempre acha que botar a água pra ferver e tacar um macarrão é mais fácil que fazer um saladão… ledo engano!). Me identifico demais com o seu jeito de descomplicado de cozinhar (quem é que tem tempo sobrando hoje em dia?).
    Minha vida foi uma eterna briga contra a balança (genética e hormônios sempre zuando meu rolê), e nos últimos anos eu achei que tinha perdido de vez… Daí ano passado comecei a correr: fiz em abril uma prova de 4km e na semana seguinte outra de 5km (em 39 minutos! tartarugas unidas jamais serão vencidas haha). Isso tudo com um baita sobrepesaço. Daí me desmotivei, parei e engordei mais (de novo). Porém no começo deste ano resolvi dar uma virada: comecei a cuidar de novo da alimentação e só isso já me fez eliminar uns kilos, o que dá um super gás! Agora estou aos poucos retomando os treinos e em abril, no mesmo evento em que fiz meu début em corridas com 4km, vou correr 10km!!!
    Estou super animada e motivada com esta minha nova fase. Não quero perder xis quilos nem fazer a corrida em xis minutos. Quero terminar a corrida e comer melhor, o que vier de resto é lucro 😉
    Todo este imenso comentário pra te agradecer pelo blog! É certo que cada um tem a sua história, mas é maravilhoso saber que a gente compartilha com outras pessoas muito mais do que se imagina 🙂

    • Reply
      Manu Alves
      12/02/2015 at 3:36 pm

      Natália,
      Arrepiei com a tua história!
      Tenho muitas amigas que também estavam no sobrepeso – algumas na obesidade e encararam corrida (quem podia/aguentava) ou outra atividade física e são exemplos lindos de força de vontade.
      Muito orgulho de você e das corridas, essas conquistas e o prazer de fazer uma atividade física ninguém pode te tirar, viu? E também não se preocupe com tempo, quilos ou qualquer outra “convenção”. Às vezes essas coisas servem só pra fazer a nossa roda girar, a gente sair da inércia, mas depois de um tempo você percebe que o bem estar e a felicidade são muito maiores do que os dígitos da balança ou do relógio.
      Fiquei muito feliz em saber da tua história e em saber que de alguma forma, faço parte dela, viu?
      Um beijo grande e parabéns pelas conquistas!
      <3

  • Reply
    Bella
    12/02/2015 at 5:16 pm

    Com tanta coisa boa que já li aqui, certeza que o blog era velho de guerra.
    Lendo esse post me deu ainda mais vontade de melhorar a alimentação, fazer exercícios, melhorar de vida.
    Adoro suas dicas e suas receitas. Sei que posso confiar nelas sempre!
    Continue assim 🙂
    Bjs

    • Reply
      Manu Alves
      12/02/2015 at 5:42 pm

      Bella, querida!!!
      Obrigada pelos seus comentários SEMPRE carinhosos, pela confiança e por ser essa fofa!
      <3

  • Reply
    Agoraeucomofolha.
    13/02/2015 at 5:27 pm

    Que post lindo, Manu! Em muitas coisas, me vi, quando completei um ano dessa nova vida, saudável. E me fiz a mesmíssima pergunta: como pode uma coisa mudar tudo? É incrível, né? 🙂

    Seu post deixa um feeling muito gostoso e eu queria te parabenizar pelas conquistas. <3 É incrível o que mudar a alimentação faz com a gente!

    Comento pouco, mas saiba que é sempre de coração. Comento com o blog, porque sou anônima, não pra fazer algum tipo de propaganda – quero que saibas (e deixo o link porque né, vai que queres me visitar!).

    Beijo grande, muitas conquistas mais! Seu blog todo é uma graça, as fotos também ♥ Nota-se o capricho :')

  • Reply
    Priscila Lestro
    15/02/2015 at 4:40 pm

    Manu, parabéns pela nova fase!
    Sua felicidade é visível!!!
    Adoro o blog e já reproduzir várias receitas que vi por aqui.
    Bjsss

    • Reply
      Manu Alves
      16/02/2015 at 10:51 pm

      Oi Pri!
      Que bom te ver por aqui! Muito obrigada pelas visitas e pelo comentário fofo!!!
      <3

  • Reply
    Elisa
    24/02/2015 at 1:08 pm

    OI Manu!! parabéns!! adoro seu blog, sou apaixonada pelos seus sucos! Você ainda ta estudando pra concurso?!

    Bjoss

  • Reply
    Giovana sena
    25/02/2015 at 11:50 pm

    Linda!! Não tinha lido esse post ainda!! Vc arrasa manu, parabéns por todas as conquistas!!

  • Reply
    Camila
    04/03/2015 at 4:46 pm

    Que post lindo!
    Obrigada você por compartilhar suas lutas, descobertas e batalhas com a gente.

    Parabéns pelas conquistas e que venham muitas outras! você merece!

  • Reply
    Murel
    18/03/2015 at 2:47 pm

    Parabéns pelo blog, ele é lindo!
    Estou no processo de aceitar a cozinha e quando vejo pessoas que fizeram isso e estão felizes me dá mais animo para progredir nessa jornada!
    Obrigada!

  • Reply
    Sorvete de Bananas, Caju e Côco na Yonanas! | Cozinho, logo Existo
    17/04/2015 at 4:17 pm

    […] Quando contei que criei o blog e comecei a estudar Gastronomia após alguns anos em outra área e depois de mudar radicalmente meu estilo de vida e alimentação ela disse: “You see? It has to come from inside, and do not be afraid to […]

  • Reply
    Chá de Gengibre com Limão | Cozinho, logo Existo
    01/05/2015 at 11:59 am

    […] *Fontes muito úteis para o post de hoje: Aulas de História da Gastronomia da Professora Ciça Roxo e o livro Comida & Cozinha, do Harold McGee. […]

  • Deixe um comentário